top of page

Processos Simbióticos

2020
Vídeo performance
Edição: Gabriela Demore
Tiragem: 1/3

"Processos simbióticos" é uma vídeo performance que faz parte de uma série de exercícios de percepção, movimentação e compreensão do corpo propostos pelo Coletivo UN. O trabalho se desenvolve a partir de uma obra anterior, do ano de 2019, constituída de três camisas grandes, maiores que os corpos dos artistas, interligadas uma a outra por um fio vermelho. Em cada camisa, do lado direito do corpo, estão bordadas as frases: “com ou sem você, eu sigo em frente sozinho.", "sozinho?", "ninguém está sozinho”.

Neste trabalho, para ser visto em looping infinito, sem interrupções ou cortes, os três artistas do Coletivo Un se colocam de forma a devorar e engolir os fios que os conectam, fazendo uma revisão atual sobre o que é estar, conviver e compartilhar de ambientes coletivos. Nas imagens captadas anteriormente ao momento de maior distanciamento obrigatório no último ano, engolem o que antes era conexão e a desfazem em um processo de auto-antropofagia: em tempos de escassez do que serve como alimento para a criação e a produção artística, como possibilidades de contatos, aproximações e compartilhamentos físicos, a própria revisão e deglutição da arte produzida anteriormente se torna modo de estabelecer e buscar sobrevivência. Conforme o fio que os conecta é devorado, os corpos se aproximam. As distâncias diminuem e o que antes era três corpos unidos passa, cada vez mais, a coexistir como unidade. Simbologia também do compartilhar e dividir processos criativos e espaços de produção, alguns elos se desfazem ao passo que outros se constroem.

Processo simbiótico onde as espécies coexistem e sobrevivem sem definhar uma a outra, buscando equilíbrio.

Projeto contemplado com financiamento através do Edital de Financiamento de Projetos Culturais Digitais da Universidade Feevale e SEDAC-RS.
@sedac_rs @feevale @feevaletechpark
#culturaessencial #facdigitalrs #feevale #feevaletechpark

bottom of page